Hospedagem de websites: conceitos e tipos. Serviços próprios, contratados e não onerosos

O conceito de hosting de sites (ou hospedagem de sites - em Português) define um serviço de Internet que provê a armazenagem dos dados de um determinado website. Trata-se de um conjunto de servidores localizados em um Data-Center, onde são hospedados os artigos, imagens, vídeos, bancos de dados, e demais informações pertinentes a um website.

Hospedagem de sites

Quando se inicia um site na Internet é necessário se obter um serviço de (hosting) hospedagem para o site. E esse serviço pode ser de vários tipos: próprio, contratado ou não oneroso.

Hospedagem de sites em servidor próprio

Existem empresas ou mesmo pessoas que optam por armazenar seus websites em seu(s) próprio(s) servidor(es). Essa é uma estratégia que pode poupar dinheiro com contratos de hosting, tendo em vista que não é necessário fazer o pagamento mensal do serviço de hosting, mas, por outro lado, exige conhecimento técnico para manter e operar o servidor, e ainda é preciso contratar um link dedicado.


Hosting ou Hospedagem contratada 

Outra forma de hospedar um website é por meio da contratação de um serviço de hosting. Existem diversas empresas no Brasil ou no exterior que fornecem o serviço de hosting (hospedagem).

Nessa situação, o dono do website não precisa se preocupar com manter o servidor ou configurá-lo, bastando transferir o conteúdo para o servidor contratado. Essa é uma opção que é a mais utilizada no mercado em hosting (hospedagem) de websites profissionais, de empresas ou mesmo de comércio eletrônico.

Hospedagem de sites - serviços pagos


Entretanto, mesmo com a manutenção e operação ficando por conta da empresa de hosting (hospedagem), ainda assim é necessário um certo conhecimento técnico, pois será necessário configurar o website no servidor contratado.

Hosting não oneroso 

Existem também meios de hospedar o site sem ônus e, evidentemente, essa é a forma mais usada na Internet, pois tem implica pagamentos mensais para serviços de hosting. A forma mais simples de fazer o hosting não oneroso (hospedagem não onerosa) de um website é através do Google.

Hospedagem de sites não onerosa


O Google não faz propaganda de hosting não oneroso , mas o fato é que o Google fornece esse serviço não oneroso, através de seus diversos serviços, especialmente o Google Sites e o Blogger.

Com o Google Sites é possível criar um website, inclusive com domínio próprio ( exemplo: www.seusite.com.br ) e hospedá-lo no Google. O Hosting nesse caso será sem custo e não será necessário o pagamento de valores mensais.

Hospedagem de sites não onerosa


Outra opção é a através do Blogger. O serviço de Blog do Google (Blogspot ou Blogger) também permite que um blog seja hospedado no Google, sem custo algum - hosting não oneroso (hospedagem não onerosa), inclusive com domínios próprios, o que permite que você coloque seu site com o domínio que quiser ( exemplo www.seusite.com.br ou www.seusite.com ou www.seusite.net).

Hospedagem Google Sites


Ocorre que essa opção por hosting não onerosa do Google implica algumas limitações. O serviço do Google Sites, por exemplo, estabelece algumas limitações para o site, não dando liberdade total para o dono. Entretanto, como o Google limita o grau de liberdade do proprietário do website, isso também é uma garantia de sergurança.

Hospedagem do Serviço de e-mail

Em qualquer tipo de hospedagem (hosting), própria, contratada ou não onerosa, em geral, também é configurado o serviço de e-mail. Dessa forma, se você optar pelo servidor próprio, terá que configurar o serviço de e-mail.

Da mesma forma, ao se optar por um serviço de hospedagem contratada (paga), terá que configurar o serviço de e-mail. No caso dos serviços de hospedagem  não onerosa do Google - Google Sites ou Blogger, é possível também configurar o serviço de e-mail, através do Google Apps. E, novamente, o serviço é isento de pagamento para até 50 contas de usuários.

Conclusão

Ao criar um website, o usuário terá que escolher entre qual serviço de hospedagem irá usar. O serviço de hospedagem não onerosa do Google será o suficiente para a maioria dos usuários, que pretendem manter um blog ou um site pessoal, ou mesmo para pequenas empresas, que querem apenas criar um site institucional.

Já para serviços mais profissionais e websites maiores, será necessário contratar um serviço de hospedagem pago (contratado), no Brasil ou no exterior. E, por sim, em algumas situações muito específicas, é possível armazenar o website em um servidor ou website próprio.

Comentários