Intel Sandy Bridge em motherboard UEFI: bye-bye BIOS

UEFI (Unified Extensible Firmware Interface) é o nome do sistema básico de input/output que irá substituir o tradicional BIOS. Com a introdução da nova arquitetura Intel Sandy Bridge espera-se que o processo de substituição do antiquado BIOS seja acelerado.


Entre as vantagens do UEFI temos:

  • interface gráfica;
  • habilidade de fazer boot no sistema com dispositivos maiores que 2TBytes;
  • Menores tempos de boot;
  • Flexíveis e ilimitadas possibilidades de boot;
  • Independência da arquitetura da CPU.

Para os usuários finais, porém, o principal benefício será as interfaces gráficas, apesar que os modelos iniciais de design do UEFI serão muito similares as atuais BIOS, porém com a possibilidade de navegação por mouse e gerenciamento de janelas.

Além disso, os usuários poderão baixar extensões com finalidades específicas para suas UEFI, como por exemplo, softwares de overclock, diagnósticos, entre outros.

Clique na imagem para ampliar

Um aspecto interessante da UEFI é sua capacidade de inicialização paralela dos dispositivos, ao invés do processo sequencial do BIOS. A Phoenix, por exemplo, mostrou sua versão de UEFI que inicia o sistema operacional em 1,37 segundos após ligado.

As imagens mostradas neste post são da UEFI de uma motherboard com chipset Intel H67 e o novo processador Intel Sandy Bridge, que foram obtidas pelo website sueco Sweclockers.

Comentários