Review AMD Phenom II X6 1090T Black Edition e Motherboard Gigabyte GA-890FXA-UD5

Review by Rafael, editor do site www.hardwarebenchnews.com
---------------------------------------------
Introdução

A AMD (Advanced Micro Devices) lançou no final de 2007 seus primeiros processadores para desktop baseados na arquitetura K10. Estreando com o núcleo Agena (e variantes) foram chamados de Phenom X4/X3 , gravados em 65nm SOI, com controlador de memória DDR2 integrado e até 4MB de cache.


Durante o inicio de 2009, a AMD lançou a segunda geração desta arquitetura, a chamada K10.5, marcando assim o nascimento da linha Phenom II e do núcleo Deneb. Sendo gravados em 45nm SOI, são compatíveis com placas mãe AM2, AM2+ e AM3 (exceto 940 e 920).

Compondo a plataforma Dragon, os Phenom II X3/X4, obtiveram grande popularidade por oferecer uma boa oportunidade de upgrade e uma excelente relação Custo x Benefício frente a plataforma Intel LGA775 e a caríssima Intel LGA1336 de sua rival de Santa Clara.

Hoje veremos o supra sumo para desktops desta arquitetura, com o produto mais completo do núcleo Thuban, o Phenom II X6 1090T, o qual é gravado em 45nm SOI, possui 6 núcleos físicos, 9MB de cache, controlador de memória DDR2/3 e compatibilidade com AM2/AM2+ e AM3, com frequência de operação de 3.2GHZ indo até 3.6GHZ em modo turbo.

Deneb vs Thuban, o que mudou?

Muitos devem estar se perguntando: afinal, esse AMD Phenom X6 é apenas um Deneb com dois núcleos extras? A resposta é negativa, já que com a chegada do Thuban, além da melhora em overclocking, houve a introdução de tecnologias antes inéditas nos desktops K10.5, como AMD Turbo Core, e tecnologias como AMD PowerNow 3.0 Technology e AMD Dynamic Power Management.

O bom Cool’n Quiet se tornou ainda mais eficiente, sua mudança entre os P-States ficou mais rápida e funcional variando o clock constantemente e em algumas configurações diferentes e mais funcionais que apenas os quatro estados presentes no Deneb (800~1600~2X00~FULL), o que contribuiu para deixar o sistema mais “leve” com o gerenciamento de energia habilitado.

Seu controlador de memória também ficou mais eficiente, havendo, por conseguinte, um ganho de até 15% em leitura/escrita/copia/latência, quando comparados ao Phenom II X3 720 B.E com as mesmas memórias. Outro aspecto importante é a sua temperatura de operação, já que o 1090T B.E de 125W de TDP, apresentou temperatura semelhante ao X3 720 B.E. de 95W, com ambos em Undervolt Máximo e sob Stress.

The Black Edition Project II, nossa Plataforma LEO para testes.

Nossa Plataforma Principal de testes é composta pelo Phenom II X6 1090T em conjunto com o Chipset 890FX.

O Processador Phenom II X6 1090-T
e seu Excelente Cooler Box


Motherboard Gigabyte GA-890FXA-UD5: uma das melhores 890FX e recheada de recursos.



Overclocking e Undervolting

O Thuban e seus variantes, como já foi dito, são gravados em 45nm SOI. No entanto, a revisão R0 produziu CPUs 45nm mais refinados, e por isso, proporciona aos seus derivados um excelente potencial de overclocking, obtendo resultados ainda maiores do que os apresentados pela revisão C3.



Em comparação, toda a R0 atinge clocks que antes eram possíveis somente pelos C3 que fossem B.E. Uma prova dessa evolução, é que, mesmo o 1055T não sendo B.E, ultrapassa com facilidade os 4GHZ, e o próprio AMD Phenom II X6 1090T consegue alcançar clocks superiores a 4.5GHZ. O Phenom II X6 1090T, por ser da linha Black Edition, possui multiplicador desbloqueado, o que facilita muito no overclocking.

Temos um vídeo (já postado aqui) do nosso sistema em questão, que mostra a facilidade de overclock nestes CPUs.



Comparada a revisão C3, esta nova revisão precisa de muito menos tensão para atingir o mesmo clock e portanto, esquentando muito menos. O 1090T possui vid Stock de 1.300V indo até exagerados 1.45V @ 3.6GHZ no modo turbo, quando testado com Cooler Master Hyper TX-2. Com os mesmos 1.45V, estabilizamos 4GHZ e obtivemos 3.8GHZ com apenas 1.35V.

Resultados: Na Gigabyte GA-890FXA-UD5, o clock máximo obtido com os seis núcleos ativos foi de 4543.38MHZ e com dois núcleos ativos 4619.91MHZ, ambos com Hyper TX-2.



http://valid.canardpc.com/show_oc.php?id=1333462
http://valid.canardpc.com/show_oc.php?id=1349414

Undervolting

Na frequência Stock, sem turbo, consegui reduzir à 1.15V sem sacrifício de performance ou perda de estabilidade. Com o turbo ligado encontrei algumas dificuldades, sendo possível estabilizar através do AOD com 1.200V @ 3.2GHZ e 1.25V na frequência turbo.



Para nossos testes estabelecemos duas configurações de overclock: 3.8GHZ, que seria o máximo no cooler box, e 4GHZ, que por sinal, é algo viável em um cooler mediano como Hyper TX-2. Acima disso (4.1~4.3GHZ), enquanto a temperatura da CPU se mantinha abaixo dos 62° sob stress, o sistema se manteve 100% estável

Clique na imagem para ampliar

AM2+ vs AM3.

O Phenom II X6 1090T, por possuir retrocompatibilidade com mobos AM2 e praticamente todas AM2+, se mostra uma boa opção de upgrade, e por isso, resolvemos fazer o teste nesta plataforma e derrubar alguns mitos quanto a perdas significativas de desempenho. Testando em nossa GA-MA78GM-S2H Ver 1.1, uma placa que é encontrada em media por R$200, inicialmente encontramos um pouco de dificuldade para estabilizar o overclock em 4GHZ.

Tal problema foi resolvido com a troca da fonte. Substituímos a Huntkey Green Star 550W nominais e 430W reais , para a C3Tech PSH750V, que rende até 940W, conseguindo assim estabilizar sem mais delongas, 4GHZ com 1.45V e acima disso (4.1~4.3GHZ) enquanto a CPU se mantivesse abaixo dos 62° Sob Stress. Nesta placa mãe, além dos mesmos 4GHZ, conseguimos a marca de 4429.86MHZ. Isto prova que não é necessário gastar fortunas em uma placa mãe para se obter um bom overclock e chega a ser surpreendente, pois, segundo a Gigabyte, somente a revisão 2.0 suportaria o 1090T.

Você pode conferir a validação aqui:
http://valid.canardpc.com/show_oc.php?id=1272298

Como Testamos / Preços e Custos

Neste review temos testes do Phenom II X6 1090T em cinco configurações e mais uma simulando um Phenom II X6 1055T que é 2.8GHZ/3.3GHZ em turbo, e comparadas ao Core I7 975 XE, Core I7 860 e Core I5 750. Também mostraremos alguns benchmarks que temos com o core I7 975 @ 4HZ.

Review AMD Phenom II X6 1090T - Anandtech

Review AMD Phenom II X6 1090T - Clube do Hardware

Podemos ressaltar também que testamos todos os processadores com o sistema de turbo ativo variando de Stock para o Clock turbo, portanto para efeito de comparação de clock a clock, Core I7 975 durante os testes ficou em 3458MHZ, Core I7 860 em 2930 e o Core I5 750 em 2800MHZ. Enquanto o Phenom II 1090T em stock permanece em 3.2GHZ variando seu clock apenas com três núcleos ativos.

Custos

Com o lançamento destes processadores ao contrario da Intel, a AMD propõe a popularização dos Hexacores, através de uma política de preços baixos oferece seis núcleos físicos pelo mesmo preço de um Quadcore de sua concorrente. No Brasil os Phenom II X6 já são encontrados por preços mais convidativos que os inflacionados de lançamento, já é possível achar Phenom II X6 1055T por menos de R$500 e X6 1090T por menos de R$700.

Partindo do principio dos custos, podemos estabelecer duas metas: O Phenom II X6 1090T em stock deverá igualar ou superar o Core I7 860 enquanto o 1055T deverá igualar ou superar o Core I5 750.

O Sistema Operacional utilizado foi o Windows 7 Ultimate em sua versão 64 Bits.
Os Softwares Utilizados Foram:

  • X264HD Benchmark V3.00
  • Wprime 32M V2.00
  • Everest Ultimate V5.50
  • 3dmark 06 e 3dmark Vantage
  • 7ZIp Benchmark
  • e Cinebench R11.5 e R10
Testes de Performance de Memórias.

AMD Phenom II X6 1090T - Benchmark Everest Escrita de Memória
AMD Phenom II X6 1090T - Benchmark

Aqui podemos destacar o enorme ganho de desempenho nas memórias com um básico Overclock de 600MHZ na CPU Northbridge, este teste também nos mostrou que não é qualquer memória DDR3 que será capaz de superar um bom par de memórias DDR2 quando estas forem bem aproveitadas. Também é importante ressaltar que não houve acréscimo de tensão na CPU Northbridge em nenhum dos casos.

AMD Phenom II X6 1090T - Everest Benchmark

7Zip Benchmark
O 7Zip é um programa muito utilizado na atualidade propondo uma alternativa ao Winrar, e por isso seu benchmark não poderia faltar.

AMD Phenom II X6 1090T - Benchmark 7-ZIP

3dmark 06 e Vantage
Dois dos mais utilizados benchmarks 3D do mundo, são excelentes para verificar o desempenho do CPU e GPU.

AMD Phenom II X6 1090T - 3DMark06 CPU Score
AMD Phenom II X6 1090T - 3DMark Vantage CPU Score

Cinebench R10 e Cinebench R11.5

O Cinebench é atualmente um dos melhores programas para testar processadores em situações que exijam muito da CPU e sejam capazes de tirar proveito de Multi-Core.

AMD Phenom II X6 1090T - Benchmarck - Cinebench10
X264 HD BenchmarkAMD Phenom II X6 1090T - Benchmarck - Cinebench11.5 /></a></div><br />
</div><div style=

Este Benchmark testa a velocidade do processador ao codificar um vídeo em HD através do Codec X264.



AMD Phenom II X6 1090T - Benchmarck - H264

Wprime
Partindo do mesmo principio do Superpi, o Wprime testa a capacidade matemática da CPU, embora este último possua suporte a inúmeros núcleos, enquanto que o superpi apenas para um.

AMD Phenom II X6 1090T - overclock - benchmark WPrime


Everest Ultimate 5.50

CPU Zlib e CPU Queen

O CPU Queen é um benchmark de cálculo que usa o "Queen problem", e a partir do numero de acertos da CPU ele determina sua pontuação. O CPU Zlib mede a performance do conjunto CPU - Memória através da livraria de compressão do Zlib.


AMD Phenom II X6 1090T - Everest CPU Queen

AMD Phenom II X6 1090T - Everest CPU ZLib Benchmark

CPU AES(Advanced Encryption Standard)
Como o próprio nome sugere, este benchmark testa a capacidade da CPU ao executar uma encriptação.

AMD Phenom II X6 1090T - Everest CPU AES


FPU Mandel
Este Benchmark testa a capacidade da CPU executar cálculos em sua unidade de ponto flutuante, utilizando interface de dupla precisão ( 64 Bits ).

AMD Phenom II X6 1090T - FPU Mandell

Games
Nestes testes utilizamos também outro sistema, só que este com uma HD5870 em stock, em uma Crosshair IV Formula com o AMD Phenom X6 1090T operando em 4.2GHZ refrigerado por um Thermalright IFX-14, o que mais uma vez mostra o grande potencial de overclock destes CPUs.


No Crysis Benchmark em 1920x1080 – Very High – AA OFF o sistema alcançou media de 40.36 Fps.

Clique nas imagens para ampliar

No Benchmark do Máfia II, rodando em 1920x1080 - Very High - AA ON, o sistema alcançou 58,9 FPS de Average.
Promovemos também alguns testes com uma XFX HD4850 1GB Rodando em Stock, testes estes que mostram que em resoluções moderadas não é preciso ter uma VGA TOP para garantir a jogatina com uma boa qualidade.

Resident Evil 5, em 1680x1050 com 4x AA e com todos os gráficos no máximo. Media de 64,7 fps.



Clique nas imagens para ampliar
Conclusão

Os Phenom II X6 não só cumpriram suas metas, como ganharam e superaram por muito seus concorrentes de mesmo preço, mostrando-se bastante competitivo até para o Intel Core I7 975 X que possui um custo muito maior. Quando falamos de Phenom II X6 1090T e 1055T estamos tratando de dois campeões de Custo x Benefício, processadores que podem ser indicados para qualquer tipo de uso, oferecendo uma excepcional performance em multi-tarefa e ainda sim, CPUs frios com uma enorme capacidade de overclock e grande longevidade.

Em games apesar da CPU não fazer tanta diferença, pois uma CPU mais barata como um Phenom II X4 945 já garante uma excelente jogabilidade sem gargalos, em jogos com engines novas e que tiram proveito de vários núcleos como Battlefield Bad Company 2 os núcleos extras dos do X6 fazem uma grande diferença quando acompanhados de uma VGA High-END.

Derrubados os mitos pudemos ver que mesmo na plataforma AM2+ seu desempenho não fica devendo nada para AM3, e também que memórias DDR2 quando bem aproveitadas chegam até a superar DDR3. Para quem já possui uma AM2+ e pretende um Upgrade de Processador o CxB máximo certamente possui prefixo Phenom II X6.

---------------------------------------------
Review by Rafael, editor do site www.hardwarebenchnews.com

Comentários

  1. Olá,gostaria de saber se esse processador phenom II x6 1090T é boa com essa placa mae da asus,
    Asus M4A78T-E (AM3 - DDR3 1600) TDP 140W - Chipset AMD 790GX - CrossFire X, e qual placa de videovc me recomenda.

    Obrigado

    ResponderExcluir
  2. Meu mto bom! Primeira vez que vejo um salto tão alto na relação custo/benefício. O Phenon X6 1090T sai por R$ 465,00 no ML enquanto o I7 975 chega a custar R$ 2500,00!!!

    ResponderExcluir
  3. Muitos testes são controversos.Não pelo fato do depesempenho dos AMD ser melhor e sim por muitos mostrarem Intel sempre reinando.Sabemos que no passado os AMD saiam vitoriosos sempre,mesmo com baixo custo.
    Hoje muda tudo?
    Sei não!
    Eu acho que são testes comprados,até pq os Intel são bem caros,seria esse o motivo dos valores tão altos?
    Eu gostaria de ver uma concorrência mais fiel.O império dos Intel pode ter muita coisa por trás que envolve propinas e tudo que é sujo no mundo corporativo.Também é inteligente dizer que softwares estão favorecendo Intel pelas instrussões que usam,mas agora com Bulldozer vai ser diferente.
    E cada Intel lançado,uma nova placa mãe de soquete diferente também serão lançados,tornando tudo mais caro ainda.
    Em relação aos valores,se Intel produzir processador barato,vai ser uma merda então.
    Já os AMD conseguem entregar desempenho grande a preço baixo e um novo upgrade sem necessitar de uma mobo nova.
    Bem que a AMD poderia integrar as novas instrussões dos Bulldozer nos Phenom.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Deixe seu comentário aqui. Não esqueça de deixar seu nome. Mensagens que façam uso de termos de baixo calão (palavrões) ou conteúdo ofensivo será apagado sem prévio aviso.