Intel revela seus planos para o Celeron e Pentium

A presidente da Intel - Paul Otellini - revelou, durante conferência com analistas financeiros, que não pretende atualizar o processo produtivo dos processadores Celeron para a litografia de 32nm, pelo menos no curto prazo.

Segundo, Otellini, um Celeron em 32nm não será visto no mercado entre o final de 2010 e começo de 2011, tendo em vista que esse processo mais moderno de fabricação está sendo usado, no momento, para os processadores Intel Core i3, i5 e i7.

O Intel Celeron responde por uma parcela de 5% a 6% do volume de vendas de processadores para desktops da Intel, o que mostra que essa CPU é muito pouco popular. A maior parte das vendas de processadores Intel para o segmento de desktops é de modelos Intel Core iX, Core 2, Pentium e até o Atom - o qual apresenta performance inferior aos Celeron.

O fato é que a demanda pelos processadores Intel Core i3, i5 e i7 gravados no processo de 32nm está em alta. Assim, não faria sentido para a Intel investir na modernização do Celeron, se essa capacidade de produção pode ser usada para a fabricação de processadores mais avançados e caros.

Fonte: Xbitlabs

Comentários