Acer escolhe processadores AMD para seus novos netbooks

A Acer, que é a maior vendedora de computadores do planeta, anunciou uma nova linha de netbooks baseados nos processadores da AMD - Advanced Micro Devices, o que representa uma vitória para a fabricante de chips em seu esforço para ganhar participação de mercado de sua rival Intel.


Os novos netbooks são da linha Acer Aspire One, e são equipados com o processador AMD Athlon II Neo K125. O Aspire One AO721 tem tela de 11.6", enquanto que o AO521 vem com monitor de 10.1", ambos incluindo um processador gráfico ATI Mobility Radeon com capacidade para exibição de conteúdo multimídia HD (High Definition).



Os processadores Intel Atom estão presentes na maioria dos netbooks - pequenos e portáteis computadores projetados para navegação básica na Internet e aplicativos de produtividade como Microsoft Office.

Entretanto, os ganhos de performance mostrados pelos processadores AMD Athlon II Neo, os quais, combinados com um hardware gráfico, permitem processar conteúdo digital de alta definição (HD), algo que o Intel Atom não consegue fazer.

O Acer Aspire One AO521 é o mais portátil, pesando 1,24 Kg e com preço sugerido partindo de US$349,99. Já o Acer Aspire Onte AO721 tem basicamente o mesmo tamanho, ligeiramente mais pesado, e o seu preço começa em US$429.99.




Esses dois sistemas estão, inicialmente, disponíveis nos mercados dos Estados Unidos e Canadá. Até o momento a Acer não se pronunciou sobre as datas de lançamento dos novos netbooks no Brasil e demais mercados.


O processadores AMD Athlon Neo II é um mono-nuclear (single-core), com frequencia de operação de 1.7Ghz e 1MB de cache L2, gravado no processo de 45nm. Esse chip, até o momento, tem sido usado principalmente em notebooks ultra-leves e de alta performance.

Os Intel Atom, por outro lado, sofre críticas por sua limitada performance e péssimas capacidades gráficas, entretanto a Intel está trabalhando em formas de melhorar sua performance. Recentemente a Intel anunciou novos Atom compatíveis com memórias DDR3, e planeja lançar uma versão dual-core do Atom para netbooks.



Comentários