Receita do Google cresce 23% no Q1/2010 e lucro vai a US$1,96 bilhões de dólares

O Google aumentou sua receita e seu lucro no Q1/2010, e, da mesma forma que AMD e Intel, superando as expectativas de Wall Street, o que levou a gigante da Internet à expressar um compromisso de investimento "pesado" para melhorar ainda mais seus serviços.

A receita do Google atingiu US$ 6,77 bilhões dólares no trimestre encerrado em 31 de março de 2010, o que representa uma evolução de 23% sobre o mesmo período de 2009. Retirando desse montante as comissões e taxas pagas à sua rede de publicidade e outros parceiros, a receita foi de US$5,06 bilhões.


O lucro líquido ficou em US$ 1,96 bilhão dólares, o que representa US$ 6,06 dólares por ação, que representa um avanço de 34,9% frente ao resultado de US$ 1.42 bilhões, ou US$4,49 dólar por ação, relativo ao primeiro trimestre de 2009.

Se forem usados os critérios convergentes com a normas GAAP, o lucro líquido no primeiro trimestre foi de US$2,18 bilhões dólares, ou 6,76 dólar por ação, um avanço de 31% sobre os US$ 1,64 bilhões (US$5,16 dólar por ação) verificados no primeiro trimestre de 2009.

Os analistas do mercado de tecnologia ouvidos pela consultoria Thomson Financial apontavam um valor total de receitas já com as comissões subtraídas de U$ 4,95 bilhões e lucro calculado segundo as normas GAPP de US$ 6,60 por ação.

Os sites de propriedade do Google geraram 66% da receita total, enquanto sites de parceiros do Google foram responsáveis por 30 por cento desse valor. 53% das receitas do Google são provenientes de fora dos Estados Unidos.

As pessoas clicaram 15% mais em anúncios de busca do Google no primeiro trimestre de 2010 em comparação com o mesmo trimestre de 2009, enquanto a taxa média cobrada pelo Google dos anunciantes elevou-se em média 7% por cento. A maioria das receitas do Google são de anúncios de busca patrocinados.

Caixa

Em 31 de março, o Google tinha entre disponibilidades imediatas de caixa, aplicações de curto prazo e títulos e valores mobiliários o valor total de US$ 26,5 bilhões. Para ter uma noção do que é esse valor, o Governo Brasileiro não tem nem metade disso em seu caixa.

A equipe total do Google atingiu o número de 20.621 funcionários em tempo integral, um avanço de 9,48% sobre os  19.835 funcionários relativos ao mesmo período do ano anterior.

Fonte: IDG

Comentários