nVIDIA equivocou-se ao informar o TDP da GeForce Fermi GTX480?

As nVIDIA GeForce GTX470 e GTX480 foram lançadas oficialmente no dia 26 de março de 2010, data na qual todos a maioria dos grandes sites especializados em hardware colocou no ar seus testes e reviews sobre as novas placas gráficas.

Os resultados em termos de performance já são bem conhecidos, e mostram que a nVIDIA GTX480 é em torno de 10% mais rápida que a AMD Radeon HD 5870, ficando, porém, atrás da placa mais rápida da AMD que é a Radeon HD5970. Esse desempenho está dentro dos padrões esperados da nova GPU da nVIDIA.

Entretanto, o aspecto que mais chamou a atenção em todos os reviews foi o consumo de energia e a temperatura de operação das nVIDIA Fermi. Em todos os reviews ficou evidente que a GeForce GTX480 consome mais energia que a AMD Radeon HD5870 - o que já era esperado. A surpresa, porém, foi constatar que a GTX480 consome MAIS energia que a AMD Radeon HD5970, que é uma placa bi-processada.

Esse aspecto é particularmente intrigante pelo fato de que, nas especificações técnicas oficiais de ambas as empresas, os requisitos de energia da nVIDIA GeForce GTX480 são inferiores aos apontados pela AMD para a Radeon HD5970. A questão que fica é: como pode a nVIDIA apontar uma especificação de potência para a GTX480 inferior à da AMD Radeon HD5970, se, como mostram os testes, a AMD Radeon 5970 consome MENOS energia que a GTX480?

Para tentar entender o que está ocorrendo, vamos verificar as especificações técnicas oficiais de ambas as placas, e, depois, confrontar com os resultados dos reviews, para, ao final, tentar estabelecer algumas conclusões.

Especificações de potência oficiais - AMD Radeon HD5970 e nVIDIA GeForce GTX480



Os links para as especificações oficiais de potência de ambas as placas são os seguintes:

GTX480: http://www.nvidia.com/object/product_geforce_gtx_480_us.html
HD5970: http://www.amd.com/us/products/desktop/graphics/ati-radeon-hd-5000/hd-5970/Pages/ati-radeon-hd-5970-specifications.aspx

Como pode ser observado, as informações oficiais de potência das placas são as seguintes:

AMD Radeon HD5970 - 294W
nVIDIA GeForce GTX480 - 250W

Da teoria à prática : o que os reviews falam

Nós vamos tomar por base os resultados de consumo de energia obtidos pelos testes dos seguintes sites, com os respectivos links:

Hexus http://www.hexus.net/content/item.php?item=24000&page=15


Tom´s Hardware http://www.tomshardware.com/reviews/geforce-gtx-480,2585-15.html


XBitLabs http://www.xbitlabs.com/articles/video/display/geforce-gtx-480_13.html#sect0



AnandTech http://www.anandtech.com/show/2977/nvidia-s-geforce-gtx-480-and-gtx-470-6-months-late-was-it-worth-the-wait-/19


Quadro Comparativo / Resumo


Antes de partir para a análise dos números, é importante ressaltar que os valores de dissipação de energia que emanam dos reviews não são somente das placas de vídeo, mas do sistema como um todo, tendo em vista que é extremamente difícil aferir o resultado só da placa de vídeo.

Por outro lado, os valores oficiais informados pelas fabricantes são relativos apenas ao consumo das placas de vídeo. 

De qualquer forma, como todos os reviews foram feitos com placas baseadas no chipset Intel X58 e com processadores Intel Core i7, é possível fazer as comparações, tendo em vista que o valor de energia dissipado pelo conjunto motherboard + processador é constante em todos os testes.

Ou seja, desse consumo de 460-470W do sistema, deve-se retirar algo em torno de 170 a 200W, como relativo ao consumo não advindo da placa de vídeo.



O gráfico acima nos mostra que, pelas informações oficiais da nVIDIA e da AMD, a GeForce GTX480 deveria consumir MENOS energia que a Radeon HD5970. Em termos mais precisos, a GTX480, segundo a nVIDIA, consumiria 15% menos energia que a HD5970.

Entretanto, pelos dados emanados dos reviews, observados que, na prática, a GeForce GTX480 consome 2,17% mais energia que a Radeon HD5970. Ou seja, apesar de a nVIDIA informar que sua placa consome menos que a da AMD, a realidade mostra que, de fato, ela consome mais.

Sendo assim, fica evidente que o valor de consumo máximo de energia informado pela nVIDIA contém algum equívoco. Entretanto, podemos estimar o valor correto, que seria, pela lógica, 2.17% mais elevado que o da AMD Radeon HD5970. Ou seja: o TDP da GeForce GTX480 seria o TDP da HD5970, mais 2,17%. Fazendo das contas: 

TDP [GTX480] = TDP [HD5970] * 1,0217

Como o TDP da HD5970 = 294, então:

TDP [GTX480] = 294W * 1,0217 = 300,37W

Ou seja, apesar de a nVIDIA informar que o consumo máximo de energia da sua placa GeForce GTX480 é de 250W, a realidade mostra que esse número é superior a 300W. O fato de esse TDP se apresentar superior a 300W é um complicador e tanto, tendo em vista que slot PCI-e usado por tais placas tem um limite máximo de 300W. 

Sendo assim, caso a especificação técnica oficial da nVIDIA indicasse um TDP superior a 300W, que, ao que tudo indica é a realidade, não haveria como recomendar a instalação de uma placa GeForce GTX480 nas motherboard´s que existem no mercado. 

Seria necessário, na realidade, que os fabricantes de motherboards fizessem novas placas, com especificações reforçadas para suportar uma GTX480. 

Conclusões

A confrontação dos resultados de dissipação de potência dos reviews da GeForce GTX480 com os números oficiais da nVIDIA mostram que alguma coisa está errada com os números oficiais da nVIDIA. Não  é possível que uma placa [GTX480] com menor TDP oficial consuma mais que outra que tem uma especificação maior [HD5970].

Caso a nVIDIA usasse o mesmo método da AMD para informar o TDP, é provável que o TDP oficial da GeForce GTX480 fosse superior a 300W. Nessa situação, a placa estaria oficialmente inviabilizada de ser usada nos slot PCI-e que existem nas motheboard´s, o que não permitiria sua comercialização.

A solução, nesse caso, seria a nVIDIA reduzir ou a frequencia de operação da GPU, ou a quantidade de shaders. Em ambos os casos, porém, a performance seria comprometida, ao ponto de a placa mostrar um desempenho inferior ao da AMD Radeon HD5870. O problema é que a nVIDIA prometeu que sua placa seria mais rápida que a da AMD, então, por tal motivo, tal solução provavelmente foi descartada. 

Comentários