Intel Light Peak pode ser o sucessor do padrão USB

A Intel desenvolveu uma nova tecnologia chamada Light Peak, que tem o objetivo de melhorar a a velocidade de transferência de dados e diminuir o número de cabos necessários para conectar os dispositivos aos computadores pessoais por intermédio da interface USB.

A Intel já há algum tempo vem trabalhando com a possibilidade de utilização de conexões óticas entre dispositivos, e o resultado dessas pesquisas é o intel Light Peak, que foi lançado no ano passado, mas que só agora tem seus detalhes liberados.

A taxa de transferência é de 10 Gbps, um valor superior ao observado até mesmo para a versão 3.0 do USB que apresenta até 6Gbps.

De qualquer forma, a Intel acredita que o Light Peak poderão conviver com o padrão USB por algum período, até que ocorra uma migração completa para a nova interface.

A novo padrão de interface estará disponível já no próximo ano e começará a ser incluído nos produtos.

Fonte: gizmodo

Comentários