IBM processa empresa francesa por quebra de patente Open-Source

A IBM está quebrando sua promessa de não processar as pessoas que usam seus softwares de código aberto. Em 2005, a IBM anunciou o livre acesso a 500 patentes de sua propriedade, que poderiam ser usadas por empresas e indivíduos qualificados em matéria de open-source.

No entanto, essa facilidade durou até um pequeno fabricante de hadrware francês chamado TurboHercules SAS denunciou a IBM às autoridades anti-truste da Comissão Européia, alegando práticas anticompetitivas por parte da IBM no mercado de mainframe.


Ato contínuo, a IBM iniciou um processo contra a TurboHercules por quebra de mais de 100 de suas patentes. Florian Mueller, um lobista que trabalha para empresas de software open-source, alega que duas das patentes presentes no processo da IBM estão entre aquelas que a IBM liberou ao mundo do open-source em 2005, à época, afirmando que que não atuar contra o desenvolvimento da tecnologia e dos padrões abertos de software.

Entretanto, segundo a IBM, a TurboHercules é faz parte de uma organização fundada e financiada por concorrentes da IBM, como a Microsoft, e que tem o objetivo de atacar as plataformas mainframe. Sendo assim, a IBM coloca em dúvida as reais motivações por trás da TurboHercules.

Fonte: TechEye

Comentários