As expectativas de performance do AMD Fusion

As informações oficiais oficiais disponibilizadas pela AMD acerca de seus novos processadores Fusion, que chegarão ao mercado no começo de 2011, são, basicamente, as seguintes:
  • CPU de 4 núcleos, com frequencia de operação acima de 3Ghz
  • Processador gráfico (GPU) integrado no mesmo die, com compatibilidade ao DX11
  • Processo litográfico de fabricação baseado na tecnologia de 32nm
  • TDP entre 2.5 e 35W, dependendo da versão
  • Sistema de Gerenciamento de energia digital.
Sabe-se, também, que o primeiro processador Fusion que chegará ao mercado terá um núcleo batizado com o condinome Llano, e que seu processador CPU será baseado no núcleo dos processadores Phenom II, porém, com aperfeiçoamentos importantes em termos de arquitetura, que devem render uma performance significativamente superior.

Outra questão importante, é que, conforme as explicações do Vice-Presidente da AMD, Rick Bergman - executivo oriundo da ATI, o advento do Fusion não implicará na morte das placas de vídeo dedicadas, que serão destinadas ao segmento de altíssima performance.



Sandy-Bridge - o Fusion da Intel

Da mesma forma que a AMD prepara sua APU (Acelerated Processor Unit), a Intel também prepara a sua, que será baseada na arquitetura Sandy-Bridge, sucessora da arquitetura Nahalem, e que, da mesma forma que o AMD Fusion, terá uma CPU e uma GPU integradas no mesmo die. Sobre a arquitetura da Intel já se sabe também que sua GPU será compatível com o DX10, enquanto que o AMD Fusion será compatível com o DX11.


Informações extra-oficiais

Tudo o que foi relatado acima são informações oficiais amplamente divulgadas pela imprensa. Entretanto, a partir de informações coletadas em diversos segmentos de imprensa, em entrevistas de executivos da AMD e  jornalistas especializados, é possível acrescentar alguns dados adicionais que permitem uma avaliação mais precisa sobre a performance que esses novos processadores irão apresentar.

A GPU do Fusion

Apesar de a AMD não ter fornecido informações oficiais sobre a GPU que integrará o Fusion, especula-se que essa GPU será, em muitos aspectos, similar a uma AMD Radeon HD56XX, com algo entre 640 e 800 Stream Processors, e operando em frequencia de 1Ghz.



Em termos de memória, as especulações são de que o primeiro Fusion (Llnano) teria dois canais de 64bits de memória DDR3, que permitiria uma banda de memória ao redor de 40% da verificada pela AMD Radeon HD 5670. Evidentemente, como no caso do Fusion, a GPU e a CPU estarão integradas no mesmo die, essa redução na banda de memória poderá ser contra-balanceada por uma velocidade muito maior de conexão entre CPU e GPU.

A esquematização do sistema de memória, porém, é, atualmente, a grande questão sobre o Fusion. Segundo Charlie Demerjian, editor chefe do site Semiaccurate, há rumores circulando no mercado de que haveria memórias GDDR5 na placa mãe para atender a GPU do Fusion.

E a performance?

Tudo isso somado, as expectativas de performance do primeiro AMD Fusion, o Llano, são as seguintes:


Entretanto, é preciso considerar que este é apenas o primeiro Fusion, que será integrado por uma CPU ainda derivada do Phenom II. Porém, como explicitado na estratégia Velocity, a AMD está comprometida com aperfeiçoamentos anuais no Fusion, o que indica que os aperfeiçoamentos em termos de CPU do Fusion apontam para uma futura substituição de seus núcleos de CPU por versões baseadas na aquitetura Bulldozer.

Comentários