AMD não está preocupada com a NVIDIA Fermi

A ATI, que é a divisão de processadores gráficos da AMD, não está preocupada com o recente lançamento das NVIDIA Fermi, tanto que não está programando qualquer tipo de reação às novas GPU´s da NVIDIA.

A tranquilidade da AMD no segmento gráfico está fundamentada em questões bem concretas. Começa pelo fato de que as novas placas gráficas da NVIDIA GeForce GTX480 e GTX470 só têm previsão de disponibilidade de mercado a partir de maio.

Além disso, a NVIDIA pode até dizer que sua GeForce GTX480 é a GPU mono-processada mais rápida do mercado, mas ainda fica muito atrás da AMD Radeon HD5970, esta sim a placa gráfica mais rápida do planeta.

Por outro lado, o excessivo consumo de energia das novas NVIDIA Fermi colocam a AMD em uma posição ainda mais tranquila, tendo em vista que esse aspecto torna improvável o lançamento de uma GTX495 bi-processada, ao menos nos próximos meses, fazendo com que a AMD Radeon HD5970 continue sendo a placa top suprema por um bom tempo.

Essa situação deve permitir à AMD continuar a trabalhar em sua nova geração de placas gráficas Radeon HD6000 baseadas na arquitetura Southern Islands, que devem chegar ao mercado antes que a NVIDIA conclua o ciclo de colocação de todas as novas placas baseadas na arquitetura Fermi.

Fonte: GameVicio



Comentários

  1. Se realmente a AMD conseguir colocar a Radeon HD 6000 antes de toda a linha da geração atual da NVIDIA no mercado, vai ser excelente para a AMD, só vou sentir falta da batalha agressiva de preços.

    ResponderExcluir
  2. Pelo andar da carruagem, a nVIDIA vai demorar muito para conseguir se recuperar de novo. Erro de projeto é complicado. Se vc tem um produto com problemas de produção, mas o projeto é bom, em pouco tempo dá para corrigir. Agora, a nVIDIA está com um projeto muito ruim, e, na minha opinião, antiquado. Não tem jeito, tem que riscar e começar do zero. Mas aí serão 4 anos até ter o produto no mercado. E em 4 anos a AMD já colocou as quatro patas no mercado. Já era.
    E tem mais. O Fusion, ano que vem, pelo que andam comentando, vem com performance parecida com a Juniper. Se for isso mesmo, vai acabar com todas a linha de GPU discreta abaixo da HD5770. E, na nVIDIA, vai sobrar apenas GTX480, 470 e 460, tendo em vista que o mercado abaixo desse nível de performance, pelo menos na AMD, será atendido pelo Fusion.
    Então, sei lá, acho que a nVIDIA teria que encarar o complicado e difícil desafio e entrar no segmento x86. Porque x86 não vai morrer tão cedo, sobretudo pelo fato de que a Intel não quer. E a AMD também não, mas é menos explícita.
    []s.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Deixe seu comentário aqui. Não esqueça de deixar seu nome. Mensagens que façam uso de termos de baixo calão (palavrões) ou conteúdo ofensivo será apagado sem prévio aviso.