Teste / Análise notebook HP Pavilion DV4-2030BR: CPU Intel Core i3-330M

O HP DV4-2030BR é um notebook baseado na nova família de processadores móveis Intel Core i3. A CPU do HP DV4-2030BR é o Intel Core i3-330M, que dispõe de dois núcleos de processamento (Dual Core), cada um dos quais operando a 2,16 GHz. 


Apesar de ser um processador de dois núcleos, o Intel Core i3-330M dispõe da tecnologia HT (Hyper-Treading), fazendo com que cada núcleo seja visto pelo sistema operacional (Windows 7) como dois núcleos, totalizando, portanto, 4 núcleos. 





É importante apontar que não são 4 núcleos reais de processamento, mas 2 núcleos reais, e mais 2 núcleos virtuais, criados pela tecnologia HT. O processador da linha móvel acima do Intel Core i3-330M é o Core i5-430M, sendo que este último dispõe ainda da tecnologia Turbo Boost, que acelera a frequencia de operação dos núcleos. Além disso, o Intel Core i3-330M é baseado na última arquitetura da Intel (Nehalem, núcleo Westemere) e no último processo de fabricação de 32nm.



O Core i3-330M vem com uma placa gráfica integrada Intel HD Graphics e um controlador de memória DDR3 de 1066 MHz. Ambos os componentes (CPU e processador gráfico) estão juntos no mesmo encapsulamento, porém separados lá dentro, pois o CPU é gravado no processo de 32nm, e o processador gráfico ainda no processo de 45nm.

O desempenho do Core i3-330M, graças aos aperfeiçoamentos incorporados, equivale ao processador Core 2 Duo P8600 de 2,4 GHz, o que é surpreendente, pois o P8600 era um dos processadores topo da linha anterior móbile da Intel.

Outra inovação dos núcleos de 32nm da geração Westmere é a inclusão de instruções específicas para acelerar o processamento de instruções de encriptação AES-INI, porém tais instruções são desativadas no Core i3-330M.



O processador gráfico Intel Graphics Media Accelerator HD (GMA HD) tem uma frequencia de operação de 500 MHz e é claramente superior ao antigo GMA X4500. Os modelos Core i7M e Core i5M dispõem de um processador gráfico ainda mais rápido. Em termos de comparação, a NVIDIA GeForce 9400M  (ION) e a ATI Mobility Radeon HD4200 ainda são pouca coisa mais rápidas que o processador gráfico da Intel.

O consumo de energia de 35 Watts TDP, mas este valor conta para o conjunto todo (CPU + GPU), o que , portanto, é claramente superior aos 35 Watt TDP dos Core 2 Duo T-series, que eram relativos apenas a CPU. Em resumo: a duração das baterias do Notebook HP DV4-2030BR é maior que a verificada nos seus irmãos fabricados com os Intel Core 2 Duo e Intel Pentium Dual Core. Para ficar claro: este notebook HP DV4-2020BR tem processadores (CPU e GPU) mais rápidos que os equipados com Intel Core 2 Duo e Pentium Dual Core, e ainda consome menos energia.

Instruções de virtualização

Outro aspecto a se considerar em relação aos processadores Intel Core i3-330M é que, ao contrário de seus precessores (Intel Pentium Dual Core T4300 e também o Intel Core 2 Duo T6600) ele dispõe de instruções virtualização.






As instruções de virtualização são fundamentais com o advento do Windows 7, que vem com a possibilidade de se rodar um Windows XP virtual dentro dele, para o caso de aplicações que são incompatíveis ou não foram adaptadas para rodar no Windows 7. Nessa situação, um processador que disponha de instruções de virtualização permitirá o uso da máquina virtual Windows XP dentro do Windows 7 de forma muito mais rápida.



Benchmark´s






Índice de Experiência do Windows




WPrime - 32M






Processador Gráfico  


Como todos os notebooks que vem equipados com o Intel Core i3-330M, o HP DV4-2030BR vem equipado com o processador gráfico Intel HD Graphics, que é bem superior a seu predecessor GMA4500. Ela vem integrada ao CPU e apresenta um nível de performance gráfica comparável (mas não superior) à obtidas pelas soluções da NVIDIA (ION) e AMD (Radeon).

Sistema Operacional - Windows 7 Home Premium

O HP DV4-2030 vem com o novo e elogiado (com razão) sistema operacional da Microsoft: o Windows 7. A versão Home Premium 64 bits é uma excelente escolha, pois permite o aproveitamento total dos 4GB de memórias DDR3, e ainda dispõe interface AERO, que torna a aparência da área de trabalho muito mais interessante.



Especificações Técnicas


  • Sistema operacional Windows® 7 Home Premium autêntico 64 bit
  • Processador Intel® Core™ i3-330M  2,13 GHz, 3 MB de cache L3, 1066 MHz FSB
  • Memória 4 GB DDR3 1066 MHz
  • Unidade de disco rígido 500 GB Serial ATA 7200 rpm
  • unidade ótica DVD±RW SuperMulti com tecnologia LightScribe (camada dupla)
  • Tela Widescreen BrightView WXGA HP de 14,1" (Resolução 1280 x 800)
  • Processador gráfico Intel® Graphics Media Accelerator HD
  • 3 USB 2.0 externas 
  • 2saídas de fone de ouvido
  • 1 entrada de microfone
  • HDMI
  • 1 VGA (15 pinos)
  • Leitor de cartões de memória 5 em 1 integrado (Secure  Digital, MultiMedia, Memory Stick, Memory Stick Pro) 
  • Controle remoto móvel HP
  • Áudio premium SRS com Alto falantes Altec Lansing®
  • Pad com botão de Liga/Desliga e rolagem dedicada vertical para cima/para baixo
  • Teclado 101 teclas compatíveis
  • Rede wireless Bluetooth®
  • Peso 2.36 kg
  • Dimensões do produto (L x P x A) 334 x 240 x 34 
  • Bateria de íon de lítio de 6 células de alta capacidade
Conclusão

HP DV4-12030BR está sendo vendido no Brasil em preços ao redor de R$ 2.600,00, o que o torna uma excelente opção em termos de custo benefício. Equipado com a nova linha de processadores Intel Core i3-330M, sua performance em termos de CPU é comparável à obtida pelos processadores top de linha da geração anterior. 

No campo do processamento gráfico a Intel mostrou uma evolução surpreendente em relação à geração anterior, colocando-se no nível de desempenho dos NVIDIA ION e AMD Radeon HD4200. Claro que ainda se trata de um processador gráfico integrado, mas que já permite a abertura de muitos jogos modernos. 

Não espere, porém, uma performance gráfica de um processador gráfico discreto, mas já atende aos jogadores eventuais. No seu nível de preço, é a melhor opção se comparado aos modelos equipados com os antigos processadores Intel Core 2 Duo e Pentium Dual Core.

Comentários

  1. Ótimo artigo, só queria ter visto testes em jogos casuais já que a Intel disse que esses novos processadores podem ser usados por jogadores casuais também, obviamente diminuíram o clock na versão do notebook, mas seria interessante ver o quanto aguentam.

    ResponderExcluir
  2. @Kazuo, obrigado pela visita e pelo elogio ao artigo, vou ver se consigo colocar benchs de games casuais. Esses novos processadores móveis da Intel estão muito bons, sobretudo com o processador gráfico integrado.
    []s.

    ResponderExcluir
  3. Realmente, muito bom artigo... como sempre...

    Vixe...se eles colocaram de volta a tecnologia HT(hyper-threading) então deve significar que esses novos processadores Intel devem ter mtos pipelines assim como tinham os Pentium 4 Prescott da vida...

    ResponderExcluir
  4. @prastare, na realidade a Intel não cometeu o mesmo erro da época do Pentium 4, e os pipelines dos Nahalem não são tão grandes. A tecnologia HT apresenta algum ganho de performance para aplicações multi-task (em torno de 15%, podendo chegar a 25% em alguns casos, e até piorando, chegando a cair 10% em outros).

    De qualquer forma, o CMT (Cluster Multi Threading), que será implantado nos processadores da arquitetura AMD Bulldozer, na teoria, será bem mais eficiente que o HT da Intel, pois irá elevar a performance em até 90%, no caso de aplicações multi-task.

    Abraço e obrigado pela visita.

    ResponderExcluir
  5. Muito legal Mendez! Só faltou colocar as notas que o windows 7 deu para ele (para cada componente)! Poderia colocar, por favor?

    Valeu!

    ResponderExcluir
  6. @Mendez: cara, sei que não é muito o assunto desta página mas... dei uma olhada superficial em um artigo sobre os Core i3, i5 e i7 e realmente não gostei muito dos números (especificações) que vi... clock alto, cache elevado, ht, enfim... logo quando ouvi pela primeira vez que os Nehalem tem hyper-threading, já logo me lembrei dos Pentium 4 e dos longos pipelines e filosófia de quanto mais clock, melhor, o que levou a tecnologia Netburst para o espaço contra os K8 da AMD...

    O que mais me assusta é ver que, aparentemente, a Intel tá investindo no mesmo erro de antes (acho, como já disse não entendo o suficiente para afirmar qualquer coisa): e o mesmo erro é: filosofia NETBURST.......

    só tou curioso pra saber sobre esse bulldozer da AMD... quais serão os clocks, cache e TDP... pelo o que eu sinto sobre a AMD, acho que os clocks não serão tão altos assim não........

    ResponderExcluir
  7. @prankstare, você está certo com relação às similaridades entre o Pentium IV e os Core i3, Core i5 e Core i7, até mesmo porque a equipe que desenvolveu esses processadores é a mesma que criou o Pentium IV. Já o Core 2 Duo foi feito pela equipe de engenharia da Intel em Israel, que é diferente.

    De fato, os Core i5 tem clock alto, cache elevado (que é ótimo para turbinar resultados de benchmarks) e HT.

    Entretanto, a Intel fez importantes aperfeiçoamentos no Nahalem, retirando muito dos erros presentes nos Pentium IV, de modo que os processadores Core i3, Core i5 e Core i7 são bons, porém não os considero excepcionais. São bons, apenas.

    Mas o maior "problema" mesmo desses novos processadores da Intel é o preço. São muito caros pelo que oferecem, motivo pelo qual eu prefiro os AMD, pois são tão bons quanto, por um preço bem inferior e acessível.

    ResponderExcluir
  8. Quanto ao Bulldozer (http://www.noticiastecnologicas.com.br/search/label/Bulldozer), a arquitetura realmente está prometendo muito. A AMD implementará no Bulldozer um tipo de HT, porém muito mais aprimorado que o da Intel, e que é conhecido tecnicamente por CMT (Cluster Multithreaded).

    Neste artigo eu coloquei algumas informações sobre o Bulldozer e o CMT http://www.noticiastecnologicas.com.br/2009/12/mais-alguns-detalhes-sobre-nova.html

    No caso do HT da Intel, o uso do HT melhora de 10 a 25% a performance em aplicações otimizadas para multiplos núcleos, mas em algumas situações ele reduz a performance, além do fato de não ser muito eficiente em termos de energia (quando se liga o HT o consumo de energia sobe mais que a performance).

    No caso do CMT da AMD, o aumento de performance será de até 90%, e o melhor de tudo que a nova tecnologia criará um processador apenas 5% maior, mostrando que é muito eficiente.

    []s.

    ResponderExcluir
  9. ThiagoMS, a nota do WIndows 7 para o Core i3 330M é 6.2 e a de gráficos para jogos é 5.1. Entretanto, no meu caso, estava dando 3.9 na nota do Aero, o que derrubou o WEI para 3.9.
    Acontece que eu tenho certeza que o I3-330M dá mais que 3.9 no Aero, até porque o próprio GMA4500 dá mais que isso, então, no final de semana vou fazer um novo teste e coloco aqui. VOu fazer um WPrime tb. []s.

    ResponderExcluir
  10. Olá Mendez,

    Comprei um 2030br tem menos de uma semana e estou bastante satisfeito com seu desempenho. Porém, instalei o Age of Empires 3 para dar uma jogada de vez em quando, e apesar do desempenho do notebook no jogo ser agradável notei que ele esquenta muito ! Olhei a temperatura da CPU, mesmo sem fazer nada no jogo, só de estar com ele aberto a temperatura chegava fácil em 70ºC. Mas o que me preocupava mais era o fato de a temperatura externa dele também estar bastante alta.

    Acha que é um defeito? Caso seja seria só do meu ou todos tem este invoveniente?

    Abraço,
    Felipe

    ResponderExcluir
  11. Felipe, eu não estou mais com o 2030. Falar em algo entre 60º e 70º para um Core 2 Duo ou um AMD Turion II X2, ambos de 45nm, acho normal. Entretanto, o 2030 é equipado com o Core i3-330M, de 32nm, que, a princípio, consome menos energia que os processadores de 45nm.
    Entretanto, todos os processadores baseados no Nahalem (e o i3-330M é um deles) mostram temperaturas de operação relativamente elevadas. Em alguns notebooks, como o Sony VPCCw21FX que testei, não coloquei jogos, mas, sempre, mesmo nos benchs, o notebook ficou muito frio.
    Outra coisa que vc precisa considerar é que, em jogo, vc está solicitando não somente a CPU, como a GPU também. E, no caso do i3-330M, ambos, CPU e GPU, estão no mesmo encapsulamento, sendo que a GPU é gravada ainda no processo de 40nm.
    De qualquer forma, não há a menor necessidade de se preocupar com o aquecimento do sistema, em relação à durabilidade do processador, tendo em vista que tais processadores são equipados com sistemas de gerenciamento que param o funcionamento dos mesmos em situação crítica. Nesse caso, o sistema iria congelar.
    Se o 2030 estiver aquecendo somente em jogos, eu não me preocuparia, pois, como disse, é uma situação crítica, em que CPU e GOU estão sendo severamente solicitados.
    Abraço e obrigado pela visita.

    ResponderExcluir
  12. Mendez,

    Obrigado pela resposta, notei que o jogo não exigia mais que 25% da CPU em nenhum momento, então acho que como você disse, a GPU ainda é feita em 45nm, e esta deve ser bastante exigida em jogos o que faz com que o encapsulamento do processador acabe esquentando.

    Abraço,
    Felipe

    ResponderExcluir
  13. ei se possovel faça avaliação do 2040br

    ResponderExcluir
  14. Avaliação do HP 2040BR:

    http://www.noticiastecnologicas.com.br/2010/04/teste-analise-notebook-hp-pavilion-dv4.html

    []s.

    ResponderExcluir
  15. Faltou um detalhe importantissimo e que nao pode faltar em NENHUMA avaliaçao de notebook: a duraçao da bateria.

    ResponderExcluir
  16. Serginho Müller
    Mendez, venho acompanhando seus comentários em varios reviews, e percebo que vc fala com muita propriedade e isso me passa muita segurança. Obrigado rapaz....
    Agora gostaria que vc comparasse esse note CCE: Notebook CCE T35L c/ Intel Core i3, 3GB, HD 500GB, LED 14.1", Wireless, Webcam, HDMI versus esse HPDV4 2030br.
    Gostaria que vc não considerasse a montadora e sim o desempenho. Sou Músico e preciso de um note, que possa rodar os programas de audio.

    ResponderExcluir
  17. Esqueci, pode adicionar meu email (serginhomuller10@hotmail.com)pra eu sempre receber as noticias do seu site....gostei muito de verdade..Vc abriu um horizonte sobre os processadores AMD. Ainda estou meio chocado com so resultadoes e comparações AMD vs Intel...

    ResponderExcluir
  18. Serginho, valeu pelos elogios ao site aí.
    Mas vamos lá: Esse notebook CCE CCE T35L terá um desempenho ligeiramente inferior ao HP DV4 2030BR. A diferença é bem pequena e decorre basicamente da memória.
    Enquanto o HP DV4 2030 BR tem 4GB , o CCE tem 3GB. Os demais componentes de hardware básico são rigorosamente os mesmos: mesma CPU (Intel Core i3-330M, mesma GPU - Intel HD Graphics, mesmo chipset Intel H55).
    A diferença de performance relativa as memórias não é pelo fato da quantidade de memória (4GB no HP contra 3GB no CCE), tendo em vista que o Win 7 em uso normal não usa mais do que 2GB, então 3GB é mais do que suficiente.
    Ocorre que um notebook com 3GB de memória, tem 1 pente de 2GB, e outro de 1GB, que, somados, dá 3GB. Já um notebook com 4GB, tem 2 pentes de 2GB cada um.
    Então acontece o seguinte, quando o sistema detecta 2 pentes iguais de memória, como no caso do HP (2 x 2GB), ele coloca as memórias operando em modo de "dual-channel", que é um modo mais rápido de acesso à memória. Assim, o sistema como um todo fica mais rápido, porém, não muito mais rápido. Se for para fazer uma estimativa, eu diria que o CCE T35L por conta disso, deve ser em torno de 5% mais lento que o HP, não mais do que isso.
    Outro aspecto a se considerar é em relação ao Hard-Disk. O do HP é 500GB com velocidade de 7200RPM. O do CCE T35L também é de 500GB, mas não tem informação sobre a velocidade. Se for o de velocidade de 5400RPM, então haverá uma pequena perda de performance também em decorrência disso, mas não posso afirmar, pois a especificação do CCE não traz essa informação.
    E, por fim, o CCE T35L vem com Linux, então você terá que formatá-lo e colocar o Windows 7. Não coloque o XP pois o XP não tem capacidade de tratar processadores modernos como o Intel Core i3 330m. Ele até funciona, porém funciona de forma mais lenta que o Windows 7 e sem usar todo o potencial da máquina. Além disso, opte sempre pelo Windows 7 de 64 bits, que é mais rápido e mais seguro e mais estável que o de 32 bits.
    Os drivers para instalar o Windows vc encontra aqui:
    http://www.cceinfo.com.br/index.php?IdPagina=2&Tipo=SPagina&ProdutoId=316&URL=produto-detalhe
    Abraço.

    ResponderExcluir
  19. agora pesquisando aqui no seu mesmo site, o que vc poderia me falar dessa comparação. HP DV-2114br vs CCE T35L Core i3, 3GB, HD 500GB, LED 14.1", Wireless, Webcam, HDMI vs HP-DV2030br. O que me incomoda desse HP-dv 2114br, é não ser ddr 3. Esse CCE no site do extra está R$1500 e enquanto o outro esta na media de R$2300. O chip set do CCE, é confiavél?
    Existe um certo preconceito com produtos da CCE, a ponto de não comprar, ou isso é mito podendo encarar com confiança?
    Me indique um note até R$2000 que eu tenha um resultado satisfatório. desde ja grato.

    ResponderExcluir
  20. Sergio, depende para que você vai usar o notebook. Se for para jogar, o HP DV4 2114 é melhor sem dúvida alguma. Se for para assistir vídeos em HP, o HP DV4 2114 BR também é melhor.
    Entretanto, se vc for usar o notebook para fazer encode de vídeos, o CCE será 2 vezes mais rápido que o HP DV4 2114BR.
    Quanto às memórias DDR3, ocorre o DV4 2114 BR tem DDR2 em dual channel, e o CCE tem DDR3 em single-channel. Como as DDR2 operam em 800Mhz, e as DDR3 em 1066Mhz, então o esquena DDR2-800 em dual channel é mais rápido que o DDR3-1066 em single, dando vantagem ao HP DV4 2114 BR.
    O chipset do CCE T35L é o Intel H55, o mesmo do HP DV4 2030BR. O que eu não sei se é confiável é a placa mãe do CCE, mas isso eu não sei mesmo porque nunca testei um notebook desses.
    Outra coisa: a diferença entre eles não é d R$ 800,00, tendo em vista que o HP vem com um Win 7 Home Premium, cuja licença custa em torno de R$ 300,00. Então a diferença cai para R$ 500,00.
    Eu, para o meu uso, em notebooks abaixo de R$ 2.000,00 optaria pelos seguintes:
    1ª opção : HP DV4 2015 BR
    2ª opção : HP DV4 2114 BR
    3ª opção : HP DV4 2014 BR
    4ª opção : HP DV4 2115 BR

    Outra coisa: procure pelos Dell, talvez vc encontre Notebook Dell com Intel Core i3 330M + 4GB de memória + Windows Home Premium por menos de R$ 2.000,00, e seria uma ótima opção.

    Observe o seguinte: instalar o sistema operacional Win 7 em notebook não é uma tarefa tão simples. Podem ficar muitos componentes sem funcionar se vc não acertar na instalação dos drivers. Então eu considero altamente recomendável comprar um notebook com o Windows instalado já.

    []s.

    ResponderExcluir
  21. Obrigado pelas respostas, mas não entendi sobre as suas opções, as repetições estão corretas mesmo?
    1ª opção : HP DV4 2015 BR
    2ª opção : HP DV4 2114 BR
    3ª opção : HP DV4 2014 BR
    4ª opção : HP DV4 2115 BR??????
    Vc poderia indicar ou deixar alguns links de compra desses notebooks citados, até mesma para eu tentar escolher a melhor oferta?
    muito obrigado

    ResponderExcluir
  22. Sergio, não há repetições: a 1ª opção é 2115, e a 4ª é 2015, da mesma forma da 2ª para a 3ª.
    Quantos aos links, é melhor vc procurar em Buscape Bondefaro e nos sites das lojas mesmo, e encontrar o melhor preço.
    []s.

    ResponderExcluir
  23. Devia testar a assistência técnica da Hp.
    Meu notebook na garantia , dvd4 2114 br foi pra lá e não voltou mais.
    Não existe assistência tecnica no Brasil da HP.
    Eles tercerizaram todo atendimento, que é péssimo.Entrei no Procon e pedi mei dinheiro de volta.

    ResponderExcluir
  24. Ei. Windows Home Premium vem com Aero.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Deixe seu comentário aqui. Não esqueça de deixar seu nome. Mensagens que façam uso de termos de baixo calão (palavrões) ou conteúdo ofensivo será apagado sem prévio aviso.