AMD Phenom II X6 1090T "Thuban" será compatível com motherboard´s AM2+

Uma imagem de uma atualização do roadmap da AMD incluindo os novos processadores Phenom II X6 Thuban foi colocado no Fórum VR-Zone. Essa imagem mostra as seguintes especificações para os novos processadores AMD hexanucleares:

  • Phenom II X6 1090T - 3.2Ghz / 3.6Ghz (Turbo) TDP 125W
  • Phenom II X6 1075T - 3.0Ghz / 3.5Ghz (Turbo) TDP 125W
  • Phenom II X6 1055T - 2.8Ghz / 3.3Ghz (Turbo) TDP 125W
  • Phenom II X6 1035T - 2.6Ghz / 3.1Ghz (Turbo) TDP 95W
  • Phenom II X4 960T   - 3.0Ghz / 3.4Ghz (Turbo) TDP 95W

Mas o aspecto mais interessante da transparência é o que surge no canto superior direito da imagem, no qual aparece a legenda indicando os processadores que seriam compatíveis com as motherboard´s AM2+, e, entre estes, estariam incluídos os novos hexanucleares Phenom II X6 "Thuban".





Importante ALERTAR que esta informação não é confirmada, e também não é possível avaliar se o transparência mostrada no site VR-Zone é verídica ou não, mesmo porque ela já foi retirada, apesar de o tópico no qual foi postada continuar ativo.

De qualquer forma, a compatibilidade dos AMD Phenom II X6 com motherboard´s AM2+ já é certa, tendo em vista que a ASUS liberou atualização de BIOS de algumas de suas motherbord´s para compatibilidade com o novo hexanuclear da AMD. Confira o comunicado da ASUS clicando aqui.


ASUS M4 Series Motherboards Ready for AMD Phenom II X6 processors

Model
Chipset
BIOS Version
AMD® 890GX/SB850
1104
AMD® 890GX/SB850
1104
AMD® 790FX/SB750
1503
NVIDIA nForce® 750a SLI
2005
NVIDIA nForce® 980a SLI with NVIDIA NVCC and ESA support
1803
NVIDIA nForce® 750a SLI®
Supports NVIDIA Clock Calibration(NVCC) function
0903
NVIDIA nForce® 980a SLI
Supports NVIDIA Clock Calibration(NVCC) function
0603
AMD® 790FX/SB750
3204
AMD® 790FX/SB750
3004
AMD® 790GX/SB750
3204
AMD® 790GX/SB750
2405
AMD® 790GX/SB750
1405


Entre estas placas, podemos destacar a ASUS M4A78-E SE, que é uma motherboard AM2+, e, portanto, compatível com memórias DDR2, mas que mesmo assim poderá receber processadores AMD Phenom II X6.

Melhora no IPC?

Na transparência acima nós podemos ver que o Phenom II X4 960T (Zosma) aparece listado acima do Phenom II X4 965, apesar de o primeiro operar em uma frequencia base (3.0Ghz) significativamente mais baixa em relação aos Deneb. O Phenom II X4 960T só atingiria os 3.4Ghz em modo Turbo.

Sendo assim, o fato de estar listado acima do 965 Deneb sugere que a AMD teria conseguido ganhos de IPC (Instructions per Clock), que é a taxa de instruções que um processador consegue executar para um determinado nível de clock. Em outras palavras, quanto maior o IPC melhor, pois, na mesma frequencia (clock), o processador executa mais instruções.

Ou seja, um Phenom II X4 960T (Zosma), apesar de operar em 3.0Ghz seria mais rápido que um Phenom II X4 965 3.4Ghz, pois seu núcleo (Zosma) seria mais eficiente que o núcleo Deneb. Esse suposto ganho de IPC nos Thuban e Zosma é um rumor recorrente na Internet.

Modo Turbo com 3 núcleos operado em 3.6Ghz

Em relação ao modo Turbo, pode-se verificar que ele entrará em operação com metade ou menos dos núcleos de processamento operando em carga, o que significa que um Phenom II X6 1090T poderá acelerar até 3 de seus 6 núcleos a 3.6Ghz, caso os outros 3 não estejam sendo solicitados.

Vídeo e imagens

O site alemão Golem publicou um vídeo do AMD Phenom II X6 Thuban em funcionamento na CeBIT. Para acessar o vídeo clique aqui. Seguem abaixo algumas capturas de tela do funcionamento do Phenom II X6.






Fonte: VR-Zone Forum (o VR-Zone está bloqueado para o Brasil. Só é possível acessá-lo com o browser Opera Turbo).

Comentários

  1. Engraçado que o Google Reader passou a publicidade dos Core ix nesse artigo quando eu expandi.

    A AMD é uma ótima empresa que sempre está inovando com tecnologias úteis, mas o que se vê é uma falta agressiva de marketing, por mais que a Intel cobre mais pelos seus processadores, eles são mais agressivo no marketing e isso garante a liderança nesse mercado, prova mais do que real é o fato da população ter que recorrer a testes porque dificilmente se vê alguma publicidade da AMD no Brasil. Talvez custe caro para a AMD, mas a Intel também paga caro por isso incluindo diversos eventos pelo Brasil e mundo a fora todo ano.

    Fica aqui minha opinião porque eu não gostei de ver uma publicidade animada da Intel em um artigo sobre a AMD mesmo que seja indiretamente através do Google Reader.

    ResponderExcluir
  2. Aì não é do meu controle. A publicidade quem coloca é o Google. Mas se vc entrar na www.amdzone.com também será surpreendido com muitas propagandas da Intel(:

    Sobre a AMD fazer marketing, eles estão fazendo muito na China. Tanto que lá já estão dominando o mercado de desktops.

    Mas é o tal negócio. Nós queremos que a AMD faça muito marketing e também venda os processadores nos preços atuais. Aí complica, porque os custos de marketing, no final das contas, serão pagos pelos consumidores. []s.

    ResponderExcluir
  3. Tem razão, mas bem que poderiam apostar um pouco mais no Brasil que vem crescendo a cada ano e tem potencial para ser país de 1º mundo (daqui 2100.. ou mais) e com fabricantes de qualidade como a Positivo, Intelbras e... (no dia de são nunca)

    Deixa pra lá. Acho que é melhor ficar do jeito que está mesmo. -.-' ¬¬

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Deixe seu comentário aqui. Não esqueça de deixar seu nome. Mensagens que façam uso de termos de baixo calão (palavrões) ou conteúdo ofensivo será apagado sem prévio aviso.