AMD já detém mais de 40% de mercado de desktops da China

As vendas de PC´s baseados na plataforma AMD já responde por mais de 40% do segmento de desktops na China, o que está levando os fabricantes de placas mãe, como Asustek Computer (ASUS), Gigabyte Technology (Gigabyte) e Micro-Star International (MSI), a aumentar a proporção de produtos destinados à plataforma AMD no mercado chinês.

Essa participação de mercado de 40% refere-se a todo ano de 2009. Entretanto, no quarto trimestre de 2009, a participação de mercado da AMD no segmento de desktops já foi superior a 50%, o que significa que em 2010 a participação da AMD no mercado de desktops chinês já tende a ser dominante.

Tendo em vista as projeções que mostram que a China irá se tornar o maior mercado placas-mãe do planeta, superando tanto a América do Norte quanto a Europa, a proporção global de motherboards para a plataforma AMD na ASUS já atingiu 32%. Da mesma forma, Gigabyte e MSI estão ambas adicionando uma série de novos modelos de placas-mãe AMD em seus portfólios.

Fonte: Digitimes [via AMDZone]

Comentários

  1. Mendez, antes de tudo gostaria de parabenizar o seu blog de TI aqui... é o melhor site/blog/espaço que já vi... pois além de bons artigos, você responde com certa velocidade e precisão, coisa que outros sites dificilmente fazem - e sei que, quando este espaço aqui ficar beeeem famoso mesmo e lotar de comments, você não terá mais tempo suficiente pra responder cada um... hehe...

    Mas lá vai uma pergunta minha: cara, uma coisa que sempre me questionei é por que será que a grande e vasta maioria dos PC's montados de marca (Acer, HP, Positivo, etc..) estão vindo com processadores Intel ao invés da AMD? Por exemplo, quando você assiste ao canal de vendas Shop Time por exemplo... é um grande exemplo da massiva liderança da Intel sobre a AMD em seus produtos... agora, por que isso? Será que tem a ver com aquela parada lá quando a AMD processou a Intel alegando práticas monopolisticas em 2005?

    Afinal, atualmente a AMD lidera em vendas no mercado mundial né? Talvez não para o mercado de grandes servidores, mas o foco mainstream popularzão da massa mesmo...

    ResponderExcluir
  2. @prankstar, primeiro, obrigado pelos elogios ao blog. Eu criei esse site com o objetivo de colocar informações de TI com qualidade, e acho que estou conseguindo.
    Bom, quanto a vasta maioria dos PC vendidos no Brasil ser Intel, na minha opinião, é decorrente do fato de AMD estar, nesse momento, priorizado o mercado chinês, no que faz muito bem, tendo em vista que é o maior mercado do planeta.
    Nós sabemos que a AMD é uma empresa muitas vezes menor que a Intel, então ela dispõe de muito menos recursos. Sendo assim, ela precisa aplicar os escassos recursos onde eles podem dar maior retorno. E esse lugar, hoje, é a China. Depois que ganha musculatura financeira, aí parte para outros mercados, como é o caso do Brasil.
    Entretanto, a AMD não lidera no mercado mundial. Ao contrário, a Intel lidera com muita folga. Os únicos segmentos do mercado mundial que a AMD está liderando, neste momento, é o de placas gráficas móveis (placas gráficas para notebooks). Já no contexto regional, a AMD deve estar liderando no mercado de desktops chinês.
    Outro segmento que eu acredito que a AMD irá liderar já a partir deste ano será o de placas gráficas, tirando a liderança da NVIDIA. Acredito que até o final do ano a AMD deve ser líder no mercado de GPU.
    No segmento de servidores a Intel também lidera, mas nesse caso a Intel vem perdendo mercado de servidores para a AMD continuamente, e isso deve continuar nos próximos anos.
    Eu considero que a AMD tem uma engenharia absolutamente competente. Eles são muito mais inovadores que a Intel, são mais agressivos na colocação de novas tecnologias, e às vezes pagam caro por isso.

    []s.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Deixe seu comentário aqui. Não esqueça de deixar seu nome. Mensagens que façam uso de termos de baixo calão (palavrões) ou conteúdo ofensivo será apagado sem prévio aviso.