Windows 7 para Smartphones: a Microsoft encara o iPhone e o Android

A Microsoft apresentou o seu novo sistema operacional para telefones celulares (smartphones): o Windows 7 Mobile. Trata-se de uma versão de demonstração, e que provavelmente chegará ao mercado até o final de 2010, equipando smartphones da LG, Motorola, Dell entre outros parceiros tradicionais da Microsoft.
A versão mostrada no Mobile World Congress, em Barcelona, deixa evidente que a Microsoft não estava brincando quando afirmou que o Windows 7 Mobile seria um sistema operacional completamente novo e redesenhado.



Os comentários que estão surgindo na Internet sobre a novidade da Microsoft são, em sua maioria, positivos, o que mostra que a empresa de Bill Gates está fazendo um grande esforço para se colocar em um mercado dominado atualmente pela Apple, com o iPhone, e, em menor grau, pelo Google, com o Android.


Interface

A interface com o usuário do Windows 7 Mobile rompe com o padrão adotado pela Microsoft em seus sistemas móveis: o Windows 7 Mobile é tão radicalmente diferente do Windows Mobile 6.5, que não será surpresa se as pessoas que estão acostumadas com o último se sentirem um tanto quanto perdidas ao usarem o novo sistema.

Os textos da nova interface são grandes, mas a parte gráfica também desempenha um papel importante no novo esquema. 


Office de Bolso

Como não poderia deixar de acontecer, o Windows 7 Mobile virá com uma versão de bolso do Microsoft Office, incluindo funcionalidades que permitirão o acesso remoto de documentos em redes corporativas.

Aparência uniforme: todos os smartphones Windows 7 Mobile serão parecidos

A Microsoft está deixando evidente que pretende que os smartphones baseados em seu sistema operacional, independente do fabricante, tenham uma interface com o usuário uniforme, com poucas possibilidades de criação de elementos personalizados pelos fabricantes.

Essa imposição da Microsoft de não permitir que os fabricantes de celulares modifiquem a interface do Windows 7 Mobile deriva da [má] experiência que a empresa de Seatle teve com as versões anteriores do Windows Mobile, as quais permitiam ampla modificação, o que não permitiu uma experiência uniforme por parte dos usuários com esse sistema operacional, o que é apontado como uma das razões do seu relativo insucesso.

Outro aspecto é que a Microsoft irá exigir que todos os telefones celulares equipados com o Windows Mobile 7 tenham, no mínimo, as seguintes funcionalidades:
  • Qualcomm SoC (plataforma Snapdragon)
  • Visor WVGA (AMOLED ou LED, preferecialmente AMOLED)
  • Tela capacitiva multitouch com capacidade de atender até 4 pontos simultâneos
  • No mínimo 3 botões padronizados (Windows Start, Pesquisa e Voltar)
  • Câmera de 5 Megapixels
  • Rádio FM
  • Acelerômetro ou AGPS
  • WiFi
A opção pela plataforma Snapdragon faz todo o sentido, pois é um sistema já largamente utilizados em telefones celulares em em GPS. Além disso, a Snapdragon já está presente em muitos dispositivos, sendo uma plataforma estabelecida e conhecida.

Jogos - a integração com a plataforma XBox Live


O aspecto talvez mais interessante é a integração do Windows 7 Mobile com a Xbox Live. Como pode ser visto na imagem abaixo, o ícone para o Xbox Live aparece já na primeira tela. Ainda existem poucos detalhes sobre a integração das redes sociais, jogos e Xbox Live no Windows 7 Mobile.

Entretanto, uma coisa que a loja virtual do iPhone mostrou é o grande potencial dos jogos nos dispositivos móveis, e, evidentemente, a Microsoft quer explorar esse mercado também. Sim, a Microsoft está chegando atrasada, mas ela também chegou dois anos depois do PlayStation e o que aconteceu depois todos nós sabemos.

O fato é que a Microsoft já tem uma plataforma de jogos on-line estabelecida e vasta, além de sua própria rede social a ela associada, um diferencial com o qual Apple, Sony e Nitendo podem apenas sonhar.


2010 - um ano que promete muitas novidades no segmento móvel

O fato de a gigante Microsoft estar se movendo de forma agressiva para tentar recuperar o terreno perdido no setor de sistemas operacionais para dispositivos móveis dá uma idéia da revolução pela qual passa o setor.

Tanto o hardware quanto o software para dispositivos móveis vêm apresentando uma evolução em ritmo acelerado desde 2009. O novo sistema da Microsoft só estará disponível, de fato, no mercado, a partir de 2011, o que tende a ampliar ainda mais a velocidade com a qual as inovações chegam ao mercado., tendo em vista que Apple e Google não ficarão parados.

Comentários