Demanda por notebooks cresce, enquanto que desktops estão estagnados

O mercado de PC`s continua a mostrar a tendência de queda na demanda por CPU´s para desktops, enquanto que o mercado de CPU´s para notebooks continua em ascenção. Hoje, o segmento de CPU´s para notebooks já é bem mais importante, sobretudo no que tange a precificação das ações, tanto para Intel quanto para AMD. No caso da Intel, as estimativas indicam que 45% do preço de suas ações são influenciadas pelo segmento de notebooks, enquanto que o mercado de desktop´s representa uma valoração de apenas 12% nos papéis da Intel.
Tendências
A demanda global por CPU´s de desktops caiu de 153 milhões de unidades em 2008 para 137 milhões de unidades vendidas em 2009, número este que deve se manter em 2010.



Por outro lado, a demanda por CPU´s de notebooks deve continuar a crescer de 157 milhões de unidades em 2010 para algo com 230 milhões de unidades em 2016.
Fonte: Trefis


Comentários